Warner Chappell compra catálogo de 10 mil obras da editora Deck

João Augusto, Fundador da Deck. Foto: Daryan Dornelles/Divulgação
João Augusto, Fundador da Deck. Foto: Daryan Dornelles/Divulgação

Em uma transação, a Warner Chappell Brasil consolidou sua posição no mercado musical ao adquirir o catálogo da editora Deck. Este acordo, que engloba mais de 10 mil obras, abrange clássicos de artistas renomados, como Pitty e Chico César, um catálogo com rica diversidade de artistas.

A Deck, que iniciou sua trajetória em 1998, é uma referência como uma gravadora e editora independe nacional. Esta aquisição pela Warner Chappell demonstra a visão estratégica da empresa. A informação e detalhes do negócio foi publicada com exclusividade pelo portal POPline Biz.

Marcel Klemm, diretor geral da Warner Chappell Brasil, destacou a relevância do catálogo da Deck, mencionando a variedade de clássicos que ele abrange. Ele enfatizou a presença de artistas como Pitty, Tato do Falamansa, Valtinho Jota, além dos membros do Sorriso Maroto e Chico César. Klemm observou que este catálogo, composto por compositores de incrível talento, trará ainda mais valor ao já robusto catálogo da Warner​​.

“O catálogo da Deck é muito relevante, e tem uma ampla variedade de clássicos, como Pitty, Tato do Falamansa, Valtinho Jota, bem como os membros do Sorriso Maroto, Chico César, entre outros. Este catálogo clássico, composto por compositores incrivelmente talentosos, engrandece ainda mais o catálogo da Warner“

Marcel Klemm da Warner Chappell Brasil

A aquisição do catálogo da Deck pela Warner Chappell Brasil não é apenas uma transação comercial, mas também um reconhecimento do legado musical da Deck e uma aposta no seu potencial retorno futuro.

“Foi marcante o apoio de todos os autores à cessão, provavelmente pelo entendimento deles de que suas composições passariam a ser administradas por uma empresa sólida e de alcance internacional, como é a Warner Chappell”

João fundador da Deck (Pessoa na fotografia que ilustra a matéria, feita Daryan Dornelles)

A aquisição do catálogo da Deck pela Warner Chappell Brasil sinaliza uma tendência crescente na indústria musical, onde grandes players estão investindo na compra de grande catálogos musicais.

A Deck, ao longo de seus anos de atuação, tem sido uma incubadora de talentos, trabalhando com artistas emergentes e estabelecidos para produzir músicas que se tornaram trilhas sonoras do cotidiano brasileiro. Você pode conferir no documentário um pouco mais da história da gravadora independe.

Com esta aquisição, a Warner Chappell amplia sua biblioteca musical, aumentando ainda mais sua fatia no mercado nacional.