Celebrando 10 anos, Batekoo inaugura Casa de Verão Salvador

Evento Batekoo

O coletivo Batekoo, renomado por sua atuação na promoção da cultura negra e LGBTQIAP+, abre as portas da Casa de Verão Salvador, reforçando sua presença no cenário cultural baiano. Com mais de 50 mil participantes em edições anteriores, o festival agora expande suas atividades para o Centro Cultural Solar Ferrão e a Praça das Artes.

A iniciativa, em sua terceira edição, busca intensificar o impacto cultural na capital baiana, oferecendo entretenimento, experiências e educação para a comunidade negra. A Casa de Verão Salvador se firma como um polo cultural vivo, impulsionando a cena artística negra.

DJ Mu540 na abertura

A abertura, marcada para 31 de janeiro, contará com um long set do DJ Mu540, permitindo intervenções experimentais de outros DJs e artistas negros ao longo do evento. Os ingressos já estão disponíveis por R$31 no site Shotgun, prometendo uma noite musical única.

Histórico de realizações e projetos futuros

Entre 2022 e 2023, a Batekoo realizou mais de 100 horas de programação, envolvendo mais de 100 atrações e formando mais de 250 pessoas pela Escola B. A Casa de Verão Salvador representa uma evolução na missão do coletivo, transformando espaços históricos em polos culturais vivos.

Uma jornada de intercâmbio cultural

A proposta da BATEKOO é estender seu impacto cultural para além dos limites físicos da Casa, tornando-se um território de intercâmbio cultural, musical e artístico. Com a abertura oficial da folia baiana em 8 de fevereiro e o aguardado Navio Numanice em março, a Casa de Verão Salvador se posiciona como um ponto de referência para a cultura negra na capital baiana.

Leia mais sobre:

Você também pode gostar